Jesus ensinou a orar

Os discípulos pediram: “Senhor, ensina-nos a orar”, Lc. 11: 1.
E Ele formulou a chamada oração dominical de Mt. 6: 9-13.




Ela serve de modelo.

a) A fórmula da súplica. Embora isso não seja fundamental, há quem trate a FORMA da oração com certo rigor. É verdade que a oração, por ser um pedido, precisa ter uma estrutura. Iniciamos a oração dirigindo-nos sempre ao Pai e a encerramos pedindo e agradecendo, em nome de Jesus, conforme Jo. 14: 13.

b) Evitar as ladainhas. Em Mt. 6: 5-8, Jesus explica que, quando fôssemos orar, evitássemos repetições enfadonhas, tipo ladainhas cansativas, e nos mantivéssemos sóbrios na fala, ou seja, conscientes do que estamos pedindo. O perfil ou a característica da oração demonstrada aqui é a do raciocínio.

c) Hinos podem ser oração. Não somente as orações faladas alcançam o trono de Deus, mas também os nossos cânticos e as nossas mais diversas formas de louvor. Uma letra cantada, individualmente ou por todos os congregados, se estiver sendo entoada de coração e em espírito, constitui-se numa oração fervorosa e inflamável, gerando uma combustão instantânea ao redor de todos, e fazendo mover o braço do Senhor. Os filhos de Coré cantaram: “A noite, a sua canção estará comigo; uma oração ao Deus da minha vida,” Sl. 42: 8.

Notemos o que Jesus ensinou sobre a oração:

a) Postura do corpo. A posição do corpo, gestos, altura da voz em nada influem na oração. Deus conhece as intenções de todos os que dEle se aproximam. Os discípulos estavam assentados quando veio sobre eles o Espírito Santo, Atos 2: 2. Ana falava baixinho com Deus, I Sm. 1: 13.

b) Intimidade com Deus. No mesmo texto de Mt. 6, Jesus está abolindo a intermediação do sacerdote. Ele veio revelar um Deus que atende a cada um individualmente. Entrar no quarto, fechar a porta significa estar a sós, com o Senhor. O salmista confirma isto, muito antes de Cristo ter vindo declarando: “A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo: quando irei e me verei perante Deus? Sl. 42: 2.

c) Humildade. Outro apecto do ato de orar ensinado por Jesus é a humildade. Existem orações abusivas, arrogantes e altivas, do tipo daquela feita por um dos malfeitores na cruz, ao lado de Jesus: “Não és tu o Cristo? Salva-te a ti mesmo e a nós também”, Lc. 23: 39. Não deixou de ser uma oração, por trazer um pedido de socorro, e ser dirigida a quem se poderia pedir. Sua forma, porém, estúpida e petulante não mereceu qualquer intervenção do Mestre.
Já o segundo malfeitor corrigiu a maneira grosseira do companheiro e se dirigiu a Jesus humildemente, dizendo: Jesus, “lembra-te de mim, quando vieres no teu reino”. Observe que o primeiro pediu a salvação do corpo; queria evitar a dor da morte, enquanto que o segundo, pedia para que fosse apenas lembrado, na eternidade por Jesus.Concluindo, o que desejamos é que nossa oração seja eficaz, seja atendida pelo Senhor.
Tiago com entusiasmo afirma: “Confessai, pois, os vossos pecados uns aos outros para que sareis. Muito pode, por sua eficácia a oração de um justo. Tg. 5: 16. Guardemos dentro de nós estas orientações e nos unamos no propósito da oração, aprendendo com Jesus uma intimidade séria, produtiva e compensadora.


Escrito por Admin às 18h49
[] [envie esta mensagem] []



Esperando os sapatos do defunto


Existe um ditado que diz: "Quem espera pelos sapatos de um defunto, viverá sempre descalço". O que isso quer dizer? pra que não sabe os mortos são enterrados descalços por conta do inchaço que o corpo sofre no pós-morte. O corpo solta a água antes retida e fica impossível de calçar qualquer coisa nos pés inchados dos defuntos.


O que isso quer dizer? Quer dizer que tem muita gente por aí esperando quem não ficou de vir. Gente que tem paralisado a vida à espera de um milagre. Deus em sua jornada pelo tempo com a humanidade, foi claro em dizer que seu povo deveria agir ao invés de ficar paralisado ante a tragédia. Quando Moisés e o povo querem desfalecer no deserto Deus ordena "diga ao povo que marche"; Quando Elias se esconde na caverna com medo de Jezabel, Deus vai até lá e diz: "Sai e se une a resistência"; Quando os muros foram destruídos a ordem foi "reconstrução já" e assim por diante.

O povo de Deus deve ser um povo obediente e operante, assim experimentaremos o melhor da vida com Ele que quando se encarnou não teve sequer um dia de paralisia por qualquer razão.

Fonte: Blog Pr Marcio



Escrito por Admin às 01h18
[] [envie esta mensagem] []



O escudo que nos protege do erro



“Fiz uma aliança com Deus: que Ele não me mande visões, nem sonhos, nem mesmo anjos. Estou satisfeito com o dom das Escrituras Sagradas, que me dão instrução abundante e tudo o que preciso conhecer tanto para esta vida quanto para o que há de vir." Martinho Lutero

Infelizmente parte da Igreja evangélica não tem sido guiada exclusivamente pela Palavra de Deus. Em algumas denominações percebe-se nitidamente que a tradição religiosa, as experiências místicas, além de técnicas terapêuticas e estratégias de marketing, servem como bússola e orientação àqueles que se denominam cristãos.

Como não poderia deixar de ser, a soma destes fatores tem corroborado com o surgimento de significativos distúrbios na comunidade da fé. Isto se percebe nitidamente em nossos cultos, onde o evangelho pregado é extremamente humanista.

Quanto aos louvores ministrados em nossas assembléias, o que se vê são grotescos desvios teológicos, onde através de estapafúrdias canções, mandamos e desmandamos em Deus. Além disso, nossa liturgia é “hedonista” e centrada nas necessidades humanas, onde o que é importa é levar vantagem sobre tudo e todos. Já nossas orações são maniqueístas; nossa fé dualista; nossa espiritualidade descartável.

Caro leitor, creio veementemente que boa parte dos nossos problemas eclesiásticos se deve ao fato de termos abandonado a margem da existência as Escrituras. Não tenho a menor dúvida de que somente a Bíblia Sagrada é a suprema autoridade em matéria de vida e doutrina; só ela é o árbitro de todas as controvérsias, como também a norma para todas as decisões de fé e vida. É indispensável que entendamos que a autoridade da Escritura é superior à da Igreja, da tradição, bem como das experiências místicas adquiridas pelos crentes. Como discípulos de Jesus não nos é possível relativizarmos a Palavra Escrita de Deus, ela é lâmpada para os nossos pés e luz para os nossos caminhos.

O reformador João Calvino costumava dizer que o verdadeiro conhecimento de Deus está na bíblia, e de que ela é o escudo que nos protege do erro.

Em tempos difíceis como o nosso, precisamos regressar à Palavra de Deus, fazendo dela nossa única regra de fé, prática e comportamento.


Postado por Renato Vargens



Escrito por Admin às 18h53
[] [envie esta mensagem] []



A LINHA QUE NOS SEPARA


Por Esdras Gregório

Quer sejam aqueles que estão entre nós, homens verdadeiros que na sua sincera humanidade deixam escapar uma inverdade, ou homens cínicos que na sua afetação se utilizam com maestria da verdade, a ministração do templo deve e há de continuar como sacrifício prestado de almas que vivem da igreja, ou dela absorvem a vida.

O trigo e o joio crescem nela, o bom e o mal a servem, ou nela se convêm. Mas do mesmo jeito que o mal no convívio com o bem, com o bem se parece; o bom que por incidente não deixa de ter em si um pouco do mal, pelos mesmos motivos ao mal se junta na luta da subsistência desta seara.

Nela, trigo e o joio crescem juntos, misturando-se, apropriando-se um do outro, tornando tênue a linha que os separa; mas inconfundível para Aquele que com foice ceifa, com graça soberana, o trigo que sabe que não passa de um joio, mas com justiça incorruptível queima o joio que pensa ser trigo.



Escrito por Admin às 12h22
[] [envie esta mensagem] []



A Pergunta

Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.

Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal (João 5:24; 2 Coríntios 5:10).

Em Romanos 14:10 e 12 lemos: “Todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo… De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus”. Essas passagens não tratam de juízo, mas de comparecer para que tudo seja posto em evidência, seja o bem ou o mal. Podemos pensar que as falhas da vida de um cristão voltarão a passar diante de seus olhos, à plena luz da presença de Deus, para ser condenado, mas é para que se torne consciente, além da compreensão possível na terra, do valor do sangue de Cristo que pela graça de Deus expiou todos os seus pecados. E se algo “bom” é exposto à luz, como recompensa receberemos uma coroa. Essa luz divina mostrará que todo o bem produzido foi pela ação do Espírito Santo nele.

Quanto ao serviço, “a obra de cada um se manifestará; na verdade, o Dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo” (1 Coríntios 3:13-15).

Fonte:  Boa Semente 2009



Escrito por Admin às 14h51
[] [envie esta mensagem] []



Deus sonha com coisas muito loucas e o melhor, Ele quer usar você como instrumento nas mãos Dele pra realizar! Você é um sonho Dele! Na Palavra diz: Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou no coração do homem, o que Deus tem preparado para aqueles que o amam. (I Cor. 2.9.) Nossa, meu coração estremece quando eu leio isso!

As pessoas que não tem conhecimento de Deus, acham tudo isso uma mentira ou estar fora da realidade, mas não há entendimento das coisas de Deus sem o Espírito Santo.

Quando conhecemos Deus de perto, passamos a compreender aquilo que Ele mais deseja, que é ter intimidade com seus filhos e levar outros a essa realidade. Sabe, tenho passado por alguns problemas, que nunca tive antes, mas isso não me faz parar nem desanimar! Eu continuo e com muito mais intensidade!

A vida de Deus me faz viver mais, me faz buscar mais! Existe uma frase que diz assim: - Contentes, sempre. Satisfeitos, nunca!!

Será que você pode compreender isso? Deus tem uma promessa grandiosa para a sua vida. Ela foi declarada por Ele no mundo espiritual antes mesmo do seu nascimento. E agora você está aí, vivo, sentado na frente do PC, lendo esta palavra porque Ele quer que você compreenda que chegou o tempo de você conceber, gerar e dar à luz os sonhos do coração dEle para a sua vida e a de todos ao seu redor.

Ele já te deu os sonhos, agora é só por em pratica. Deus jamais vai passar por cima de você, mesmo Ele sendo Deus! Ele só vai agir com uma ação sua! Então queridos, mãos à obra, porque lá fora está cheio de coisas a serem feitas, e como já foi dito, o escolhido é você!
 

Acesse nosso site!



Escrito por Admin às 08h41
[] [envie esta mensagem] []



A maravilhosa teologia dos pardais

Por Antônio Carlos Costa


"Não se vendem dois pardais por uma asse? e nenhum deles cairá em terra sem o consentimento de vosso Pai". (Mateus 10.29)

O universo é regido por leis que foram determinadas por Deus. Porém, a Confissão de Westminster faz bem ao fazer uma separação entre causa secundária e causa primária. Existem as causas secundárias daquilo que acontece num universo onde encontram-se em operação leis naturais estabelecidas por Deus. Para o cristão não há nenhum problema no ser humano sair em busca das causas científicas que estão por trás dos acontecimentos da vida. Contudo, o texto supra mencionado nos ensina que Deus é a causa primária de tudo o que acontece. No fim da linha, dentro de uma sucessão de causa e efeito, aquele que faz ciência a partir de categorias cristãs de pensamento encontrará um Deus soberano que tudo faz como lhe agrada.

Este universo é composto por duas partes. Há nele uma dimensão material, inanimada, incapaz de expressar vontade, pensamento e sentimento, e, uma porção que é pessoal, capaz de ter consciência do todo e de si mesma. O que a fé cristã nos ensina é que tudo o que existe (pessoal e impessoal) tem que dizer amém para a vontade soberana de Deus. Não cai pardal do céu fora do âmbito desta determinação santa, bondosa e sábia.

Que consolo viver num universo como este! A alegria da alma piedosa é incalculável. Não há foto enviada pelo telescópio Hubble que possa assustar o crente. Todos os corpos celestes dizem sim à palavra do Pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Que mistério esta soberania! Como conciliá-la com a responsabilidade humana e as dores da vida? Mas, é justamente neste tipo de universo que gostaríamos de viver - um mundo no qual nem o acaso, nem as forças cegas, nem o inferno, têm a palavra final. Prefiro viver neste tipo de mundo ensinado pelo Senhor Jesus, com toda a sua inescrutabilidade, a viver num universo que me leva a crer que por trás da vida há um demiurgo (uma criatura intermediária entre a natureza divina e a humana), um simulacro de Deus, ou seja, um ser que além de não ser onipotente e soberano, é um super-anjo incompetente, capaz criar a vida e deixá-la escapar ao seu controle.

Prefiro esta teologia dos pardais à tentativa racionalista de diminuir a divindade (ou ignorá-la), na perspectiva de encaixar num sistema de pensamento os fatos da vida que fogem à nossa compreensão. Tal decisão nos remete para problemas intelectuais mais graves ainda, capazes de remover da vida toda a consolação que Deus tencionou que auferíssemos da sua santa Palavra.



Fonte: Genizah



Escrito por Admin às 15h16
[] [envie esta mensagem] []



CERVO WWW.LIVREEMCRISTO.COM

Assim como a água é essencial à vida física, assim também Deus e a sua presença são essenciais à satisfação e à normalidade da vida. Sem sede de Deus a pessoa morre espiritualmente. Devemos orar para que aumente o nosso anseio pela presença de Deus, que nosso desejo pela plena manifestação do Espírito Santo cresça, e que se aprofunde a nossa paixão pela plenitude do reino de Cristo e sua justiça, até clamarmos por Ele de dia e de noite, com sede sincera, assim como o cervo brama pelas correntes das águas em tempos de seca o Senhor tem prometido que abençoará os que têm fome e sede de justiça.

By Walciley Vieira



Escrito por Admin às 10h49
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


Menu
 
No que eu creio?
Quem sou eu?
Fale Conosco
Aceita a Jesus

Cadastre - se e receba novidades do site.



Versículo do dia:

Histórico


www.livreemcristo.com


HostDime Brasil: Conheça nossos planos e serviços!



MONITOR SERVIDOR